Nômade Digital: Que tal participar desta tribo?

Matheus de Souza

Já se imaginou trabalhando de qualquer lugar do mundo? Não precisar cumprir horários, estar em escritórios, vestir uniformes? Essa é a busca de novos profissionais do século XXI. Isso mesmo, hoje em dia é possível morar onde quiser e trabalhar remotamente via internet. Esse é o grande objetivo de um nômade digital.

A tecnologia está tornando o nosso mundo cada vez menor, afinal, a distância já não é mais um problema quando falamos de tecnologia. Assim, não precisamos mais criar raízes em um lugar para ganhar dinheiro, muito pelo contrário. Não há mais motivos para ficar em apenas um só lugar.

Não estou falando de tirar férias a cada 6 meses, mas sim em ficar até anos passando de um lugar para outro, trabalhando e viajando sem parar!

Em busca desse “novo” modelo de vida, muitas pessoas estão largando os seus empregos e vivendo exclusivamente da internet enquanto viajam pelo mundo.

Nesse episódio da coluna Vida Digital, nós conversamos sobre como funciona o dia a dia de um Nômade Digital, quais são os desafios que cada um tem que passar e as principais vantagens de adotar esse estilo de vida.

Por isso, aconselho que você assista para ter uma ideia melhor de como podemos trabalhar, ganhar dinheiro e ainda assim ter tempo para desfrutar de viagens e experiências transformadoras.

Portanto, se você adora ficar por dentro de todas as novidades do mundo digital, saiba que estou todas as terças-feiras na CBN Cotidiano de João Pessoa tratando sobre temas como empreendedorismo, marketing, futurismo, tendências e muito mais.

Como é um estilo de vida completamente diferente de todos os outros que estamos acostumados a ver no dia a dia, com certeza você deve ter um monte de dúvidas.

Porém, não se preocupe, pois escrevi esse artigo justamente para acabar com todas elas. No texto, iremos tratar sobre:

  • O que é um nômade digitais
  • Vantagens de ser nômade digital
  • Desvantagens de ser nômade digital
  • 5 dicas para se tornar um nômade digital

Confira!

O que é um nômade digital?

O nômade digital é aquela pessoa completamente independente de uma localização fixa e que usa a internet para ganhar dinheiro, principalmente através de trabalhos freelancers ou relacionado ao marketing digital.

Quando falo sobre independência de localização, quero dizer que eles possuem total liberdade para viajar por todos os lugares do mundo enquanto administram os seus negócios pelo computador.

Porém, os nômades digitais não estão passando apenas por um período sabático, muito menos tirando férias. Na verdade, eles possuem um trabalho totalmente remoto e uma ótima oportunidade para se dedicar na realização de projetos pessoais.

No entanto, ser nômade digital não é tão fácil quanto parece. Tudo isso vai muito além das habilidades como freelancer que você possui, mas do quando você está disposto a se arriscar.

Portanto, eles não são apenas profissionais ligados à internet, como programadores ou escritores. Na verdade, quase todos os profissionais podem ser nômades digitais, até mesmo arquitetos, engenheiros e advogados.

Isso, pois as possibilidades de trabalho através da internet são incontáveis, podendo ser desde consultorias ou mentorias até cursos online, livros e infoprodutos.

Para falar a verdade, ter bastante dedicação e persistência é fundamental, afinal, ninguém falou que o estilo de vida dos nômades digitais é algo fácil. Sendo assim, tenha consciência de que nenhum progresso verdadeiro irá acontecer da noite para o dia.

Sendo assim, se você se cansou das rotinas tradicionais e quer experimentar uma carreira completamente diferente do comum, se tornar nômade digital pode ser a sua oportunidade.

Leia também: Raiam dos Santos: Entenda de perto a vida de um Nômade Digital

Prós de um estilo de vida Nômade Digital

1. Ser livre

A principal razão pela qual inúmeras pessoas se tornam nômades digitais é pela oportunidade de ser completamente livre de endereços fixos e horários, podendo assim viajar em período integral.

Dessa forma, um nômade digital pode viajar para onde quiser, desde que tenha Wi-Fi, é claro. Além disso, você não precisa se preocupar com passagens de volta ou compromissos que irão obriga-lo a voltar ao seu país.

2. Produtividade

Pelo fato de você criar sua rotina, ser produtivo se torna muito mais fácil, afinal, você escolhe os seus horários para trabalhar. Além disso, possui um ótimo motivo para concluir suas atividades, não é?

Assim, depois do trabalho, o nômade digital pode passear pela cidade, conhecer a cultura local e até mesmo fazer novas amizades.

3. Liberdade financeira

Ao se tornar um empreendedor ou freelancer, você possui a oportunidade de ganhar quanto dinheiro quiser. Isso, pois tudo irá depender da sua produtividade e do quanto você trabalha.

Em um emprego comum, você sempre terá o mesmo salário todos os meses independentemente do seu esforço e dedicação. Isso pode ser algo bom para muitas pessoas, mas com certeza é limitante para aqueles que desejam crescer.

Além disso, dependo do lugar que você viajar, as suas despesas mensais podem ser bem menores do que seu país de origem.

As cidades de Chiang Mai, na Tailândia; Budapeste, na Hungria; San Diego, nos Estados Unidos; Puerto Viejo, na Costa Rica; e Florianópolis, no Brasil são as mais conhecidas pelos grupos de nômades digitais.

4. Experiências incomparáveis

Na minha opinião, essa é a melhor parte de ser um nômade digital: ter experiências completamente novas e diferentes, algo incomparável com qualquer outro estilo de vida.

Durante as viagens, é possível conhecer um monte de pessoas novas que passaram por diversas situações e podem compartilhar muita coisa com você.

Além disso, você irá descobrir culturas e costumes completamente diferente dos seus, lugares incríveis e histórias maravilhosas.

5. Inspiração

Como não ficar inspirado com tanta novidade?

Ao sair da sua zona de conforto, viajar o mundo e fazer coisas que você nunca se imaginou fazendo, ganhamos bastante alto estima e inspiração.

Isso, pois passamos a enxergar o mundo e os seus desafios com novos olhos. Além disso, nos mantemos distantes da mídia e de tragédias que cercam o dia a dia tradicional, o que é bastante libertador.

Desvantagens do estilo de vida de Nômade Digital

1. Solidão e vida social ameaçada

Esse pode ser, sem dúvidas, um dos maiores desafios de se viver em uma vida de nômade digital. Isso, pois pode ser bem difícil formar relacionamentos sólidos como amizades ou namoros, afinal, as pessoas estão sempre indo e vindo durante a sua viagem.

Além disso, estar longe da família é realmente algo que nos faz pensar se a vida de nômade digital vale à pena.

Porém, existem alguns truques para driblar esse sentimento de solidão, como ir a eventos que sejam do seu interesse ou organizar espaços de coworking com outros nômades digitais enquanto viaja pelo país.

Além disso, você pode combinar com alguém de sair pelo mundo vivendo o nomadismo digital, afinal, ninguém disse que o nômade tem que se aventurar sozinho!

2. Gerenciamento de tempo e distrações

Gerenciar o seu tempo em meio a tantas atrações e distrações que encontramos durante uma viagem pode ser algo realmente difícil. Ao mesmo tempo que essa vontade pode funcionar como um motor para a sua produtividade, também pode ser a razão das procrastinações.

Ainda que você esteja viajando pelo mundo, não pode se esquecer de que é o seu trabalho na internet que torna tudo isso possível. Assim, se em alguns momentos você não priorizar o trabalho e gerenciar o tempo de acordo com as suas atividades, pode colocar tudo por água abaixo.

Para falar a verdade, a maioria dos iniciantes desse estilo de vida aprende essa lição da pior maneira possível.

Não se esqueça, você tem todo o tempo do mundo para explorar os lugares, afinal, um nômade digital não precisa se preocupar com as passagens de volta!

3. O trabalho pode te frustar

Ao contrário da maioria das pessoas que trabalham oito horas por dia de segunda a sexta-feria, os nômades digitais não possuem um tempo muito bem definido.

Isso, pois o trabalho deles não é medido por tempo, mas por produtividade. Sendo assim, essas pessoas podem trabalhar a qualquer momento, não importando o dia da semana ou horário. Na verdade, o importante é ser produtivo.

Por isso, muitas vezes os nômades digitais terão que ficar acordados até de madrugada para terminar um serviço a tempo ou mesmo trabalhar nos finais de semana. Em compensação, você pode aproveitar o dia todo passeando e conhecendo novos lugares na cidade.

4. Vida instável

Normalmente, os nômades não possuem estabilidade, principalmente na vida financeira. Isso, pois grande parte trabalha como freelancer. São redatores, fotógrafos, designers que trabalham por conta própria.

Assim, a renda nunca está garantida e por esse motivo, você precisa sempre fidelizar clientes, ter entregas consistentes e fazer um trabalho de qualidade para poder pagar suas contas.

Além disso, uma conexão de internet ruim pode acabar com os seus planos. Por isso, antes de viajar para algum lugar, tenha certeza de que ele poderá satisfazer todos os seus requisitos.

5. As pessoas não entendem isso

Independentemente dos países que você viajar, muitas pessoas não entenderão o seu estilo de vida e até irão considera-lo como um “louco”.

No entanto, sempre tenha em mente de que você está expandindo horizontes que a maioria nunca conseguirá enxergar. Apesar de suas desvantagens, ser nômade digital proporciona uma experiência que nenhum ser humano pode comprar. Por isso, eles não precisam entender.

O seu objetivo é que, ao final do dia, todas as diferenças sejam superadas e reste apenas aquele sendo de felicidade e satisfação. Todos nós temos valores e necessidades únicas, então, se viajar pelo mundo de maneira independente for a sua, é isso que importa.

5 dicas para se tornar um nômade digital

Para se tornar um nômade digital você basicamente precisa cumprir duas etapas: não estabelecer localização fixa e trabalhar pela internet. Nem pode ser apenas um lado (porque você será apenas nômade) nem só o outro (trabalhar remotamente está cada dia mais comum no mercado de trabalho atual).

Lá fora o seu principal desafio será equilibrar trabalho e lazer!

No entanto, não pense que essa será uma tarefa fácil, é preciso bastante planejamento (psicológico e financeiro) para começar a viajar enquanto trabalha.

Além disso, vale lembrar que nem todo profissional consegue trabalhar de maneira remota. Se esse for o seu caso, meu conselho é que você passe um tempo estudando bastante e se especializando em outra área que se encaixe no seu sonho.

Não há caminho fácil nem uma maneira de pular todas as etapas e se tornar de uma vez um nômade digital.

Antes de entrarmos nas dicas, quero te propor a acompanhar o nômade digital Matheus de Souza. Inclusive, ele tem um livro que conta toda essa trajetória. Você pode comprá-lo neste link aqui!

Matheus de Souza

Por isso, aqui vão algumas dicas que separei para você dar os primeiros passos a se tornar um nômade digital. Confira!

1. Use suas habilidades para ganhar dinheiro

Embora nem todos os empregos sejam adaptáveis a vida de um nômade digital, tenho certeza de que você possui diversas habilidades que podem ajudar.

Por isso, faça com que as suas habilidades trabalhem a seu favor, usando-as para um trabalho remoto. Talvez você seja bom com programas de PhotoShop (da Adobe), escrever textos ou até mesmo nas mídias sociais.

O objetivo é fazer algo que você ame e que dê dinheiro suficiente para se sustentar enquanto viaja.

Digo isso, pois você será o seu próprio chefe, definirá os próprios horários e não haverá ninguém para cobrar resultados. Sendo assim, você precisa ter certeza de que gosta do que faz para que ele seja bem feito.

Existem diversas plataformas que você consegue oferecer os seus serviços para trabalhos freelancer, entre elas:

Meu conselho é que você comece trabalhando em casa para se adaptar a esse estilo de vida. Além disso, crie uma boa rede de clientes para trabalho a longo prazo, pois isso irá garantir um pouco da sua segurança financeira.

2. Reduza os gastos

Quais são as coisas de que você não consegue viver sem? Pensou? Então agora trate de se livrar de todo o resto!

Uma das principais características dos nômades digitais é justamente o estilo de vida minimalista, afinal, como estão viajando a todo momento, não podem carregar um monte de tranqueiras consigo na mochila.

Sendo assim, imóveis e veículos geralmente são os primeiros itens que os nômades digitais se desfazem. Além disso, você também pode eliminar algumas despesas, como serviços de assinaturas e outras coisas que serão inúteis durante as viagens.

Caso você tenha alguma dívida, também é interessante quitá-la antes de colocar os pés na estrada.

Dessa forma, você estará liberando a sua renda para as coisas que realmente serão necessárias para o novo estilo de vida.

3. Participe de comunidades de nômades digitais

Participando de comunidades de nômades digitais, você irá ter contanto direto com pessoas que possuem o mesmo estilo de vida que você planeja. Dessa forma, é possível absorver um enorme conhecimento e experiência de outras pessoas que passaram ou estão passando pelo que você irá enfrentar.

Além disso, é uma ótima forma de pedir conselhos ou simplesmente ajudar alguém que está começando agora.

4. Como experimento, trabalhe remotamente

Se você quer experimentar o estilo de vida de um nômade digital, o primeiro passo é começar a trabalhar remotamente.

Assim, uma boa alternativa é convencer o seu chefe a deixar que você trabalhe remotamente por alguns dias. Para isso, minha dica é que você prepare uma proposta que aborde as suas principais funções no trabalho e explique como seria realizado o serviço através da internet.

Além disso, é importante que você mostre segurança para que ele entenda perfeitamente como será realizada a transição para o trabalho remoto, sempre deixando claro o desejo de aumentar a qualidade do serviço.

5. Crie o seu próprio negócio!

Agora que você já possui uma boa experiência trabalhando como freelancer, está na hora de começar a desenvolver o seu próprio negócio.

Você pode criar o seu próprio site para comercializar os seus serviços (importante ter boas referências) ou até mesmo iniciar um negócio no marketing digital.

O importante é usar a criatividade e estudar formas que você pode se tornar independente de qualquer chefe ou trabalho local. Assim, o seu negócio deve se adequar perfeitamente ao novo estilo de vida que irá enfrentar.

Espero que eu tenha ajudado você, com esse artigo, a entender melhor quem são os nômades digitais e como eles organizam a vida durante suas viagens e aventuras.

Se você gostou dessa liberdade e deseja seguir o modelo de vida de um nômade digital, não adianta nada saber de coisas novas sem colocar em prática.

Portanto, nunca deixe de se atualizar e colocar toda a sabedoria em prática, pois apenas dessa forma você irá conseguir construir um negócio de sucesso.

Vamos em frente!

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.